• seg. set 20th, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

Menina de 12 anos pede como presente de aniversário doações para morador de rua e o melhor acontece

Na milenar tradição judaica, uma mitsvá é uma boa ação realizada de bom grado ao próximo, simplesmente porque é a coisa certa a se fazer. E foi assim que Evelyn Topper descreveu o ato gentil de um morador de rua que percorreu uma grande distância para devolver sua carteira perdida.

Evelyn Topper ficou emocionada com o ato gentil do homem. (Foto: Reprodução/NBC)
Evelyn Topper ficou emocionada com o ato gentil do homem. (Foto: Reprodução/NBC)

A idosa conta que provavelmente deixou a carteira cair quando ela e sua neta, Mikayla Gounard, estavam saindo de uma cafeteria em San Rafael, Califórnia (EUA). Entretanto, Evelyn não deu falta do acessório até chegar em casa. Sem seus cartões de crédito, débito e até o cartão de saúde, ela ficou compreensivelmente chateada.

A idosa perdeu sua carteira com os documentos quando estava saindo de uma cafeteria com a sua neta. (Foto: Reprodução/NBC)
A idosa perdeu sua carteira com os documentos quando estava saindo de uma cafeteria com a sua neta. (Foto: Reprodução/NBC)

No dia seguinte, entretanto, a idosa recebeu uma ligação que relaxou suas preocupações.

Sean Curry encontrou a carteira em uma lixeira atrás da cafeteria. Exceto pelo dinheiro, seu conteúdo estava intacto. Mesmo sem ter onde morar há cinco anos, em vez de tirar vantagem, Curry tentou fazer os arranjos para devolver a propriedade de Evelyn.

Embora ela tenha elogiado a honestidade do homem e declarado o mitsvá, Curry não acreditou que tivesse feito algo fora do comum. Ele tinha feito isso, explicou em uma entrevista à NBC, porque ele “[tinha] um coração” e “foi assim que foi criado”.

O morador de rua Sean Curry encontrou a carteira e devolveu para a idosa. (Foto: Reprodução/NBC)
O morador de rua Sean Curry encontrou a carteira e devolveu para a idosa. (Foto: Reprodução/NBC)

Um verdadeiro mitzvá é cumprido sem expectativa de reconhecimento ou recompensa, e foi exatamente isso que o morador de rua fez.

A neta de Evelyn, Mikayla Gounard, já havia planejado uma festa “drive-by” socialmente distante para seu 12º aniversário. Em vez de presentes, ela decidiu pedir aos convidados, contribuições a serem doadas a instituições de caridade.

Mikayla ainda não havia escolhido para qual instituição de caridade o dinheiro iria, mas depois de aprender mais sobre o homem que tão corretamente devolveu a carteira de sua avó, a escolha parecia óbvia.

Mikayla, a neta de Evelyn, arrecadou dinheiro e deu para Sean Curry. (Foto: Reprodução/NBC)
Mikayla, a neta de Evelyn, arrecadou dinheiro e deu para Sean Curry. (Foto: Reprodução/NBC)

No dia de sua festa, a menina colocou uma foto de Curry e uma cesta de coleta ao lado de balões e lembrancinhas em uma mesa ao ar livre em sua garagem. Lá, pediu doações para o rapaz. No final da comemoração, centenas de dólares foram arrecadados para o morador em situação de rua.

Quando Mikayla e sua avó se encontraram com Curry no dia seguinte para dar-lhe o dinheiro, ele agradeceu comovido pelo gesto solidário.

Emocionado, Sean Curry dá um forte abraço na jovem. (Foto: Reprodução/NBC)
Emocionado, Sean Curry dá um forte abraço na jovem. (Foto: Reprodução/NBC)

“Esse é um gesto para as pessoas saberem que, mesmo que estejam lá embaixo, todos são capazes de se erguer e se levantar”, afirmou Evelyn.

16 janeiro de 2021

Por Gabriel Pietro, do Diário do Bem

Deixe uma resposta