• qua. jun 23rd, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

Menino de 12 anos cria pilha de longa duração. Não tem energia em casa

Bydaianelealcosta

fev 8, 2021

Cansado da falta de energia elétrica em casa para ouvir música, um menino de apenas 12 anos criou uma pilha de longa duração, feita com materiais reciclados.

Roberto Mukeba é natural do Bengo, em Angola e foi absolutamente criativo. Para conseguir ligar o aparelho de som, ele entrou no mundo da inovação e da invenção, que trilha desde os 8 anos de idade. (vídeo abaixo)

“Descobri a habilidade de inventar em 2016 quando frequentava a 4º série, onde eu fiz o meu primeiro projeto, que foi uma central elétrica de energia permanente”, contou o adolescente à Televisão Pública de Angola (TPA).

A pilha

Ele revelou que o segredo da pilha de longa duração vem de reações sob um tubo de canalização.

“Arranjei um tubo e cortei por cerca de dez centímetros e em seu interior fiz uma composição química. Após o processo, reciclei uma pilha normal retirando as extremidades dos lados positivos e negativo, [e dei] uma corrente elétrica durável graças aos elementos químicos”, explicou.

Mas não é só isso. O aluno do 8º ano, admirado por parentes, amigos e vizinhos, tem outras invenções na sua galeria. E a inspiração muitas vezes vem da música.

“Houve um momento em que não havia aparelho musical na casa dele e ele inventou um método alternativo à base de uma caixa sob um microfone. Nos impressionou bastante e tivemos aquela curiosidade para saber como aquilo funcionava”, contou uma vizinha do adolescente.

Inteligente 

Apesar de tão novo, ele já carrega em seu curriculum o 1º lugar da província no concurso da Feira do Inventor e Criador Angolano, valendo como prêmio uma bolsa de estudos na Alemanha.

Mas Roberto continua aguardando a chegada deste momento para aperfeiçoar o seu talento, e no futuro contribuir para o desenvolvimento do país.

Pela criatividade e ousadia, ele está ficando famoso em Angola. Veja a reportagem:

08 fevereiro de 2021

Com informações do Portal de TI e TPA

Deixe uma resposta