• sex. jun 18th, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

Stephen King doa dinheiro para jovens publicarem os próprios livros

Bydaianelealcosta

fev 12, 2021

O mestre do suspense e do terror Stephen King ajudou uma escola do seu estado natal para que os alunos possam publicar os próprios livros.

O escritor de obras célebres como Carrie – a Estranha, o Iluminado e “It”, entre tantos outros sucessos, deu 6,5 mil dólares, cerca de 35 mil reais, para alunos da Farwell Elementary School, localizada em Lewiston, Maine,EUA.

Foi uma força para os estudantes do Programa de Estudos do Autor publicarem dois livros que escreveram, disse a diretora da escola, Amanda Winslow.

Vaquinha

Os jovens tinham feito uma vaquinha na internet para arrecadar o dinheiro, mas a Fundação Stephen e Tabitha King – organização filantrópica criada pelo autor – resolveu ajudar quando descobriu a iniciativa.

Agora, os livros estão prontos para publicação e, com a ajuda da doação de King, serão enviados a uma editora e disponibilizados para compra.

“Foi, tipo, alucinante”, disse Ella Leo, do sétimo ano, à afiliada da CNN.

Covid-19

Os livros são, em parte, baseados na pandemia Covid-19.

A narrativa criada pelos estudantes contém 290 páginas e carrega uma originalidade impressionante.

Eles adaptaram o livro ‘Fletcher McKenzie and the Passage to Whole’ (2006), de Gary Savage, para incluir suas próprias histórias, as que viveram durante a pandemia de Covid-19.

“Estou nisso há quatro anos, e apenas as pessoas da minha escola conseguiram ler o que eu escrevi, e é muito legal pensar que (agora) praticamente qualquer pessoa pode ler tudo o que você escreve, disse Hailey LaBrecque, do quinto ano.

Winslow contou à CNN que está orgulhosa dos alunos e do que eles realizaram.

“Acho que é difícil para as crianças realmente entenderem a lição de perseverança e paciência, mas elas estão trabalhando neste livro … e estão definitivamente começando a colher os frutos de seu trabalho árduo”, concluiu a diretora.

12 fevereiro de 2021

Com informações da CNN/MSN

Deixe uma resposta