• qua. jun 23rd, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

Estudante autista consegue emprego depois de viralizar no LinkedIn com carta sincera escrita à mão

Bydaianelealcosta

mar 18, 2021

“Meu nome é Ryan Lowry, eu tenho 19 anos, moro em Leesburg – Virgínia, e tenho autismo. Eu também tenho bastante senso de humor e sou muito bom em matemática e em tecnologia e aprendo muito rápido”, foi com essas palavras que a carta de apresentação do estudante viralizou na última semana quando, com toda sinceridade do mundo, ele pediu por um emprego no LinkedIn.

estudante autismo carta emprego 1
Foto: reprodução LinkedIn

Recém-formado no ensino médio, Ryan começou sua saga por um emprego de maneira única, o que chamou a atenção na rede social. Diferentemente de muitos que preferem destacar experiências e habilidades quando estão em busca de uma colocação, o jovem só quis que os futuros empregadores entendessem que, embora ele possa aprender de uma maneira diferente, valeria a pena dar uma chance a ele 🥰

estudante autismo carta emprego 2
Foto: arquivo pessoal

“Sei que alguém como você terá que apostar em mim, não aprendo como as pessoas comuns”, escreveu Lowry na carta. “Eu precisaria de um mentor para me ensinar, mas aprendo rápido, depois que você me explicar, eu entenderei. Prometo que se você me contratar e me ensinar, ficará feliz por ter feito isso”, diz em seu pedido.

estudante autismo carta emprego 3
Foto: arquivo pessoal

Tamanha sinceridade fez com que sua carta viralizasse. Dias depois de sua publicação, o jovem começou a receber centenas de ofertas de emprego. Atualmente, ele trabalha em uma cafeteria, mas seu contrato irá terminar em breve. Preocupado com o futuro, ele quer trabalhar com tecnologia, mais especificamente com animação.

“Ryan recebeu milhares de comentários, conexões, mentores em potencial e até ofertas de emprego”, disse seu pai. A ideia de publicar uma carta manuscrita veio do irmão mais novo: “Ele ia fazer isso em seu computador e seu irmão mais novo pensou: ‘Por que você não escreve?”, contou o pai. De fato, a ideia foi maravilhosa!

E não é que deu certo?!

Várias empresas entraram em contato, mas ele acabou escolhendo trabalhar na Exceptional Minds, um programa de três anos criado para ensinar pessoas com autismo sobre animação. Tudo o que ele queria!

Ryan está prestes a concluir um programa de pós-graduação no ensino médio para crianças com necessidades especiais e, em breve, começará uma nova fase em sua vida. Nem preciso dizer que sua mãe está toda orgulhosa, né?!

“Estou maravilhada e nunca pensei que isso fosse acontecer por causa de uma carta escrita à mão”, afirmou Tracy Lowry. Boa sorte Ryan, você merece! A vida é para os corajosos 💪

Fonte: UpWorthy

Deixe uma resposta