• qua. jun 23rd, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

Menina de 2 anos ajuda os pais deficientes visuais a caminharem e viraliza: “Ela é os nossos olhos”

Bydaianelealcosta

abr 15, 2021

A gentileza e a dedicação da pequena têm impressionado as redes sociais!

Ana Clara Mello, uma cearense de 2 anos, é a prova viva de que os filhos podem cuidar dos pais com a mesma intensidade com que são cuidados por eles. Ana é filha da cabeleireira Marlene Mello e de Alex Mello, ambos deficientes visuais, e tem um cuidado e dedicação especiais com os dois.

Segundo informações do G1, Marlene possui entre 5% e 10% da visão apenas. Ela perdeu parte da visão por causa de hidrocefalia, que quase lhe tirou a vida. Por conta disso, enxerga vultos com cores, mas sem definição. Alex Mello, por sua vez, já nasceu com a deficiência. Ele possui retinose pigmentar, doença que danifica a retina e faz com que a pessoa enxergue apenas vultos.

Ambos se conheceram através da internet e se relacionaram por um tempo a distância, porque Alex vivia em São Carlos (SP). No entanto, a relação evoluiu de um jeito que eles decidiram se casar. Alex foi a Fortaleza (CE), onde conheceu a noiva, no dia do casamento.

Depois de um tempo de casados, veio a notícia da gravidez, que não era planejada. A notícia deixou ambos inseguros, a princípio.

No entanto, as coisas foram se tornando naturais, e eles sempre conversavam com Ana, ainda na barriga, falando sobre os problemas e a deficiência, mas deixando claro que sempre dariam o seu melhor e que ela fazia parte de um propósito de Deus.

A menina pareceu sentir tudo, pois hoje é uma das maiores amigas e ajudantes dos pais.

Apesar da pouca idade, ela sabe que os pais não enxergam bem e sempre os ajuda com as atividades cotidianas. Ana guia os passos dos pais, direciona os dedos da mãe ao mexer no celular e até avisa quando há algo caído no chão da casa.

Marlene e Alex incentivam a filha a ter essas atitudes, mas algumas também vieram naturalmente da menina, segundo a mulher, que também disse que Ana sabe que o pai precisava mais de sua ajuda do que a mãe, por isso sempre segura sua mão.

Segundo os pais, a menina é “os seus olhos” e “Deus em suas vidas”.

A família tem um perfil no Instagram, onde acumula mais de 300 mil seguidores, para mostrar sua rotina. Marlene, que por muito tempo não falou sobre a deficiência com o público, por medo de preconceito, decidiu se abrir e percebeu muito interesse dos seguidores, também recebeu muitas mensagens de apoio, apesar de ainda ter de lidar com alguns inconvenientes.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@princesinhaclarinha.

A mulher contou que, através das publicações, a família é capaz de “ajudar pessoas com depressão, que não sorriem há muito tempo”, e disse que possuem uma linda missão.

Desejamos toda felicidade e sucesso a essa família cheia de amor e união, e que Ana conserve essa empatia tão especial!

Deixe uma resposta