• sex. jun 18th, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

Bebê faz “V” da vitória em ultrassom e emociona pai com câncer

Bydaianelealcosta

abr 19, 2021

Um bebê apareceu no ultrassom fazendo o “V” da vitória com uma das mãozinhas e a imagem emocionou o pai, que havia pedido a Deus para não morrer porque queria conhecer o primeiro filho.

Felipe Moreira dos Santos, de 32 anos, mora no Guarujá, Litoral Sul de São Paulo.

Ele faz um segundo tratamento contra o câncer, desta vez um tumor raro no baço. E ele disse que o “V” foi um “sinal divino” mandado pelo filho, que está no sexto mês de gestação. O menino vai se chamar Davi.

A doença

Felipe descobriu a doença pela primeira vez há 9 meses, um tumor maligno de 20 centímetros no rim esquerdo e teve que retirar o órgão.

“Antes da cirurgia, pedi para que Deus não me levasse, porque meu sonho é ser pai. Um mês depois da cirurgia, minha mulher ficou grávida e vou ser pai”, disse Felipe em entrevista ao portal G1.

Mas quando fez um novo exame para saber se havia vestígios do câncer, o homem descobriu um novo tumor alojado no baço e, então, seguiu para Barretos, em São Paulo, para começar novo tratamento no Hospital do Amor.

‘V de vitória’

Felipe nunca acompanha a mulher nas consultas de pré-natal, porque está com baixa imunidade provocada pelas quimioterapias do tratamento do câncer, mas desta vez decidiu ir com ela ao médico.

Ao acompanhar o exame de ultrassonografia de sexto mês do primeiro filho, o futuro pai viu o filho fazendo o ‘V de vitória’ com a mãozinha, dentro do útero e ficou chocado com a cena.

“Até a médica falou: ‘olha, ele fez o sinalzinho de vitória com a mão’. Eu fiquei sem acreditar”, contou.

Felipe encara a imagem como um sinal divino de que vai conseguir superar o tratamento e vencer a doença.

Felipe antes do câncer - Foto: arquivo pessoal
Felipe antes do câncer – Foto: arquivo pessoal
Felipe e a esposa esperando o Davi - Foto: Arquivo Pessoal/Felipe Moreira dos Santos
Felipe e a esposa esperando o Davi – Foto: Arquivo Pessoal/Felipe Moreira dos Santos

Com informações do G1

Deixe uma resposta