• sex. jun 18th, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

Menino de 7 anos vende geladinhos para comprar cestas básicas e doa a famílias carentes na Bahia

Bydaianelealcosta

abr 30, 2021

Os tempos andam difíceis e todo mundo pode ajudar. Mesmo uma criança, como o Samuel, 7 anos, que surpreendeu os pais um dia desses ao pedir para que fizessem geladinho para vender e comprar cestas básicas para famílias carentes, em Caetité (BA).

A mãe, Simone Xavier Soares Miranda, conta que Samuel insistiu que queria vender geladinho. Num primeiro momento, ela hesitou, dizendo que ele ainda é uma criança.
Foi aí que o menino disse que era para ajudar famílias que têm pouco ou nada para comer.

“Eu até me emociono. Naquele momento eu pensei, ‘poxa, como não fazer?’. Meu sentimento é de gratidão por ter contribuído um pouco através da atitude do Sam”, conta Simone.

filho abraçado mãe
Samuel e Simone. Foto: arquivo pessoal

Simone fez a primeira leva de geladinhos, anunciou no grupo da família e saiu vendendo junto com Samuel, que fez questão de colocar um bilhete em cada cesta com uma mensagem escrita de próprio punho.

“Olá, eu sou o Samuel, tenho 7 anos, que Deus abençoe sua vida”, diz o bilhete.

óleo cesta básica com carta escrita mão
Foto: arquivo pessoal

A mensagem tocou fundo no coração de uma mãe de família que ganhou uma das cestas: “Meu coração chega a doer. Deus há de abençoar ele muito, o caminho dele. Eu vou guardar esse papelzinho. Nunca me emocionei tanto.”

Cinco famílias receberam cestas básicas para não faltar comida em casa durante uns bons dias. Mas Samuel e Simone não vão parar por aqui. Farão muito mais geladinhos para ajudar ainda mais e mais famílias a espantar o fantasma da fome.

“Quando chegamos para entregar as cestas, essas famílias saíam de suas casas chorando. São muitos casos de miséria”, relatou.

cestas básicas
Foto: arquivo pessoal

Frutos de uma boa educação

O desejo de Samuel de querer ajudar quem mais precisa é resultado da educação que os pais dão para ele. Se Samuel é uma criança que pensa no próximo, com certeza é por conta dos valores que recebeu.

Outra prova disso é que, todo final de ano, Samuel junta os brinquedos que não usa mais e doa crianças que que não podem comprar um.

Você nos enche de esperança nas próximas gerações, Sam! 🍀

Deixe uma resposta