• ter. dez 7th, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

“Não é preciso ser super-herói para fazer a diferença.” Jovem doa fígado a desconhecido e o salva!

Bydaianelealcosta

maio 7, 2021

Esta jovem mudou a vida de um homem desconhecido através de um ato de generosidade sem tamanho. Confira o seu relato!

Tornar-se um doador de órgãos depois da morte é o desejo de muitas pessoas que querem dar sentido a suas vidas quando chegar a hora de partir. Entretanto, pessoas que se voluntariam para doar seus órgãos enquanto ainda estão vivas é algo mais raro.

É por isso que a história de Samantha Nepsa é tão especial. Com apenas 18 anos de idade, ela decidiu que queria colocar-se à disposição para ajudar pessoas que precisassem de seus órgãos enquanto ainda estivesse viva. A jovem inspirou-se numa publicação nas redes sociais de uma pessoa que doou parte de um órgão para alguém que precisava.

Samantha julgou a atitude como “altruísta, gentil e corajosa”, e decidiu fazer a mesma coisa, porque queria ajudar as pessoas a terem mais tempo com aqueles que amam.

Então, rapidamente, se inscreveu para ser doadora viva e optou por doar o fígado, já que é o único órgão do corpo que se regenera e pode voltar a funcionar normalmente em até três meses depois da cirurgia.

Ela realizou todos os exames necessários, físicos e psicológicos, e contou que a psicóloga que a avaliou ficou impressionada com sua motivação para ser doadora, já que não havia ninguém específico para quem quisesse doar, e estava se candidatando por pura vontade.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@nsammy_24.

A jovem disse que estava muito segura de sua decisão e que sentiu um “chamado” para isso. Apesar disso, certamente não imaginou que sua chance de salvar alguém chegaria tão rapidamente. Apenas cinco semanas depois de ser aprovada como doadora, Samantha recebeu uma ligação dizendo que tinham encontrado alguém compatível com ela.

Depois de seis semanas, ela viajou para o local da cirurgia e tentou manter os pais calmos e tranquilos. O procedimento correu muito bem, assim como a sua recuperação, apesar do desconforto. Três meses depois da cirurgia, o fígado de Samantha já havia recuperado seu tamanho e ela pôde voltar à sua rotina.

A jovem decidiu compartilhar sua experiência nas redes sociais, com o objetivo de aumentar a conscientização sobre a doação de órgãos ainda em vida, e disse que recebeu a resposta incrível de muitas pessoas interessadas em saber mais.

Ela sempre teve o desejo de saber mais sobre a pessoa que recebeu o seu órgão e está tentando marcar uma reunião com ele, para conhecê-lo  e fortalecer o vínculo com ele.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@nsammy_24.

No entanto, embora ainda não tenha tido essa oportunidade, Samantha se sente muito feliz com a própria atitude e disse que, se pudesse, faria de novo, acrescentando que, além de mudar a vida de outra pessoa, também mudou a sua.

A jovem disse que, quando olha para sua cicatriz, se lembra do quanto é grata por sua saúde e que a sua jornada lhe ensinou que não é preciso ser um super-herói para fazer a diferença na vida de alguém.

Que história! A doação de órgãos é um gesto muito incrível.

 

Deixe uma resposta