• sáb. set 25th, 2021

NOTÍCIAS QUE FAZEM BEM

Porque o bem merece cometários

Bombeiro salva bebê abandonado em caçamba de lixo e recebe homenagem no DF

Bydaianelealcosta

maio 8, 2021

Um bombeiro salvou a vida de um bebê recém-nascido, ainda com o cordão umbilical intacto, abandonado em uma caçamba de lixo. Pelo ato heroico, o sargento da reserva remunerada José Carlos Marques recebeu uma homenagem do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.

O caso aconteceu na manhã de quarta-feira (5). Era por volta das 7h55 da manhã quando um catador de recicláveis escutou um choro de criança vindo de dentro da caçamba.

Felizmente, Marques mora na região do Sol Nascente, em Ceilândia, e rapidamente acionou reforços de militares do Corpo de Bombeiros para ajudá-lo no atendimento à criança.

bombeiros seguram bebê recém-nascido abandonado caçamba lixo
Foto: CBMDF

O bebê foi levado ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC) para receber cuidados médicos. A Polícia Civil informou que vai investigar o caso. O crime de abandono está descrito no artigo 134 do Código Penal.

Prêmio para o bombeiro-herói

Em cerimônia realizada no quartel do Comando-Geral, o sargento Marques recebeu um troféu representa um bombeiro com uma criança no colo.

“A presteza do sargento J. Marques e seus cuidados em relação à pequena criança, associada ao rápido atendimento dos militares de plantão foram essenciais para que uma situação potencialmente trágica tivesse um fim adequado”, destacou a corporação.

bombeiro recebe prêmio resgate bebê abandonado caçamba lixo
Foto: CBMDF

Entrega voluntária para a adoção

Quando a mãe não quer ficar com a criança, ou não pode, deve-se procurar a Vara de Infância e da Juventude para entregar o bebê para a adoção. A entrega voluntária está prevista na lei para beneficiar os filhos e as mães biológicas.

As grávidas e mães são atendidas por psicólogos, assistentes sociais e pedagogos. De forma sigilosa, os profissionais acolhem e orientam sobre os próximos passos.

Fontes: Jornal de Brasília e Correio Braziliense

 

Deixe uma resposta